Relacionamento mais íntimo

0
2



Nos últimos anos, houve um crescimento vertiginoso de novas práticas, menos receio do uso da tecnologia e mais abertura para a inovação no mercado de marketing de relacionamento. Essa é a visão de Silvana Torres, CEO da Mark Up. Porém, para ela, a revolução está apenas começando e mais do que estágios, o que há são variações de forma e estilo que estão cada vez mais diversificando o mercado. “Pensar em estágio para o setor é pensar linear demais para um universo que será cada vez mais múltiplo”, reforça.

 

Silvana vê a elaboração cada vez mais diversificada de redes e as conexões em redes como algo irreversível. “Combinada com dispositivos de tecnologia que permitem um acesso instantâneo, irá formar uma malha de possibilidades incríveis de relacionamento B2C e B2B. Nesta grande sopa, o que continua sendo a maior tendência é ser capaz de comunicar com propriedade e ter cada vez mais significado para as pessoas”, completa. Para a CEO, tudo isso vai aproximar as pessoas das marcas e empresas e como em um relacionamento mais íntimo, quanto mais a marca e a empresa forem positivas, mais serão amadas e adoradas. “Acreditamos que a principal tendência do marketing de relacionamento é gerar valor e conquistar a confiança das pessoas.”

 

Em sintonia com o mercado, a agência Mark Up comemora crescimento em 2011. “Aumentamos nosso faturamento em 15% e isso se deveu a conquistas de novas e importantes contas em 2011, como a Kraft, Net e Mars”, conta Silvana. De acordo com ela, houve ainda um salto qualitativo, pois as novas contas foram fechadas por meio de contratos de longo prazo, “garantindo a estratégia e o relacionamento agência-cliente sustentável e saudável na linha do tempo”.

 

Para 2012, o intuito é continuar evoluindo, com foco nas contas da casa, antigas e recém conquistadas de maneira a gerar valor para elas. “Esse é o ano de crescer por meio das novidades que criaremos para os clientes conquistados. Vamos surpreender, encantar e assim, gerar novos negócios para eles e consequentemente, para a Mark Up. A palavra de ordem esse ano será inovação”, revela.