Relevância em multimídia

0
4
Com o grande volume de conteúdo gerado nas redes sociais, tanto pelos usuários, quanto pelas marcas, é preciso ter boas estratégias para se destacar de forma atraente e pertinente nos interesses do cliente. A Nextel, por exemplo, aposta em conteúdos multimídia, textos, imagens, vídeos, apps, etc. para alcançar a relevância nas redes sociais por meio da conexão emocional com o público. “Por meio de nossas análises, a resposta dos consumidores é maior para imagens e vídeos, gerando maior interação e engajamento. No entanto, o mais importante ainda é ser relevante para aquela pessoa. Caso contrário, não seremos nem percebidos por eles, mesmo fazendo parte de sua timeline. O ponto principal aqui é a relevância”, diz Alex Rocco, diretor de marketing da Nextel.
Mesmo utilizando vários tipos de conteúdo, o foco não é encher a rede das pessoas de conteúdo, e sim, gerar interesse em cada post. “O conteúdo das marcas invade e inunda as redes sociais, mas essa, no entanto, não é nossa principal preocupação. Nos preocupamos em sermos relevantes porque antes e depois de nosso conteúdo existirão posts de amigos, familiares  e pessoas importantes para o usuário”, afirma o diretor.
Para alcançar a relevância, é preciso entender o perfil do público-alvo. Dentro disso, a Nextel fez uma pesquisa recentemente com a base de fãs no Facebook e Twitter. “O objetivo era descobrir o perfil demográfico, geográfico, psicográfico e comportamental dos nossos seguidores, além de entender o que eles mais gostam e querem ver em nossos posts. Temos também um relatório semanal sobre o desempenho de cada conteúdo para verificar o que podemos melhorar, o que agrada e tem mais atratividade para nossos seguidores”, conta o diretor.
Na Nextel, segundo Rocco, a estratégia para comunicação nas redes sociais está alinhada com a estratégia de marketing, auxiliando o posicionamento da marca e o conceito criativo, com desenvolvimento focado especificamente para cada ambiente. “Não fazemos a campanha para TV e desdobramos este conteúdo para as redes sociais, ou usamos o mesmo conteúdo nas duas plataformas. Partimos de um conceito criativo único e a partir dele desenvolvemos os conteúdos para cada ambiente especificamente”, conclui.