Robôs estão cada vez mais fora das fábricas

0
7
Uma sociedade cada vez mais híbrida entre humanos e seres tecnológicos deixou de ser ficção científica para estar cada vez mais próxima da realidade. Desde o uso de robôs como garçons em restaurantes chineses até o funcionamento como atendentes em shopping centers brasileiros, essas máquinas devem estar cada vez mais próximas dos consumidores nos próximos anos.
Com esse novo tipo de demanda, a Mitsubishi Electric, companhia líder em automação industrial, acredita que suas soluções de robótica – tradicionalmente usadas em segmentos como o automotivo e educacional – podem ganhar mais espaço fora das fábricas e laboratórios de instituições de ensino.
Atualmente, a companhia disponibiliza ao mercado uma gama completa de robôs industriais, usados principalmente em atividades como manipulação de peças e de componentes, embalagens e montagem em alta velocidade.
“Acreditamos que o varejo e serviços devem investir cada vez mais na experiência do cliente. Além disso, o segmento educacional já vem investindo em tecnologia de ponta e representa um mercado interessante para a companhia”, afirma Fabiano Lourenço, vice-presidente de automação industrial da Mitsubishi Electric.
Para mostrar como essas soluções poderiam ser adaptadas aos potenciais segmentos, a companhia colaborou com uma ativação do Instituto Mauá de Tecnologia em uma feira de alimentos e bebidas neste ano. Nela, robôs da Mitsubishi Electric preparavam e serviam café aos visitantes.
“Foi uma experiência muito positiva e agradou muito a todos que presenciaram. Acreditamos que é um pequeno exemplo do potencial que podemos alcançar, não só no Brasil como globalmente em alguns anos”, completa Lourenço. “Estamos preparados para este futuro com nossas soluções de Inteligência Artificial e Automação integrada”, finaliza.