Sebrae adota medidas para aumentar a participação feminina em negócios

0
1

O Sebrae (Serviço brasileiro de apoio às micro e pequenas empresas) decidiu implantar uma política específica para incentivar o empreendedorismo entre as mulheres. Medidas nesse sentido já estavam sendo analisadas desde o ano passado. A necessidade de adotá-las foi reforçada pela pesquisa GEM (Global Entrepreneurship Monitor) sobre a situação dos empreendedores em 31 países. Os resultados apontaram o aumento da presença das mulheres na população empreendedora do país, que subiu de 29%, em 2000, para 46%, em 2003. Ou seja: dos 14 milhões de empreendedores, 6,5 milhões são do sexo feminino.

Entre os produtos que vão atender a essa nova política estão: 1) Criação do Prêmio Mulher Empreendedora, para homenagear experiências empreendedoras femininas individuais e também as coletivas com foco no associativismo; 2) Pesquisa sobre as dificuldades enfrentadas pelas mulheres para ingressar no mundo dos negócios; 3) Banco de oportunidades de negócios para mulheres; 4) Banco de casos de sucesso de mulheres empreendedoras; 5) Programas educacionais voltados para o público feminino.