Sem Parar cria portal de relacionamento

0
9


Ficou mais fácil acompanhar toda movimentação no Sem Parar/Via Fácil. O Grupo STP, que administra o sistema de cobrança eletrônica de pedágios e estacionamentos, acaba de colocar no ar o portal www.viafacil.com.br, focado em vendas e relacionamento com os clientes. O objetivo é fornecer vários serviços aos clientes por meio do portal. “O atendimento antes era feito por telefone ou nas lojas. Agora temos um site projetado para a facilidade de navegação, geração de conteúdo e prestação de serviços para nossos clientes”, diz Bartolomeu Corrêa, gerente de Comercial do Grupo STP.

Pelo site, é possível acessar uma extensa lista de serviços, como consulta on-line de saldos e extratos, pedidos de substituição de tags (e etiqueta eletrônica do sistema), roteirizador de viagens com acesso aos mapas das estradas de todo o Brasil e até cálculo do custo de pedágios e de combustível a ser gasto no trecho pretendido. Há ainda uma área especial sobre estacionamentos em shoppings e no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, e com acesso ao Manual de Instalação e Bom Uso do Tag.

Além do visual mais organizado, claro e moderno, o portal ganhou área de perguntas e respostas, para esclarecer as dúvidas mais freqüentes sobre o uso da tecnologia. O Sem Parar/Via Fácil também pode ser conhecido em detalhes no site, que mostra, por meio de animações, como funciona a tecnologia. A idéia do portal nasceu no ano passado, quando foi criado o site do Via Fácil, em setembro, depois da expansão da empresa para os Estados do Rio Grande do Sul e do Paraná. O objetivo era regionalizar conteúdos e linguagens, mas agora surge um completo portal, com várias outras funções.

A loja virtual do Sem Parar também foi incrementada no portal. O sistema pode ser contratado pela Internet, e o cliente recebe o equipamento em casa, sem nenhum custo adicional, ou pode optar por retirar em qualquer loja. O objetivo é que a web seja, até o final do ano, a principal “loja” de vendas da empresa. “Pretendemos transformar o site em seu principal ponto-de-de venda”, ressalta Bartolomeu.