Clique e visite a landing do Congresso ClienteSA 2022

O canal para quem respira cliente.

Setor de eletroeletrônicos se mantém forte

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin



A situação econômica favorável da classe C, a facilidade de acesso ao crédito e os incentivos fiscais do governo federal para aquisição de vários produtos eletroeletrônicos (Lei do Bem) contribuíram para que o faturamento do setor saltasse de R$ 53,4 bi entre janeiro e agosto de 2011 para R$ 54,3 bi no acumulado do mesmo período de 2012. Os números são da GfK, empresa de pesquisa de mercado, que avaliou 71 categorias de produtos no Brasil.

 

O estudo revelou ainda que as vendas no canal generalista – que inclui lojas de departamentos e hipermercados, entre outros – cresceram 28,4% enquanto houve queda de 4,2% no faturamento de lojas especializadas (que contempla as lojas de Eletrônicos, Telecom, Foto e Informática). Além da Linha Branca, no canal generalistas também se verifica uma evolução expressiva nas Linhas de Portáteis, Telecom e Linha Marrom, esta por sua vez permanece com a maior importância no faturamento dentre as Linhas de Produto, 26,5%.

 

“O aumento de R$ 0,9 bi no faturamento do segmento está relacionado, principalmente, à redução do IPI para a linha branca. Esse, sem dúvida, foi um grande impulsionador das vendas. Em 2012, a linha branca aumentou o seu faturamento em 13,1%, enquanto que a evolução média das demais Linhas de Produto foi de 1,7%, sendo que no canal Generalistas o crescimento de Linha Branca chegou a 55,6% mais da metade do total”, ressalta Simone Aguiar, gerente de negócios para varejo da GfK.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima