Seu site é adaptado para mobile?

0
0
Nas últimas semanas, o Google anunciou que os sites mobile terão prioridade nas buscas de portais. De acordo com a empresa, 74% dos usuários são mais propensos a voltar a um site que seja adaptado para mobile. Entretanto, ainda assim, poucos empresários questionam sobre esse recurso na hora de criarem um site. “As técnicas de desenvolvimento estão cada vez mais acessíveis e simples, no entanto, é preciso esclarecer aos empresários sobre a importância desse recurso”, afirma Augusto Simão, desenvolvedor web e cofundador da Feijão com Arroz, startup que oferece uma solução completa de design para a imagem de empreendedores individuais, micro e pequenas empresa. “A evolução da tecnologia facilita o acesso para diferentes plataformas, ou seja, ao ser construído, um site mobile se adapta a qualquer dispositivo, independente do tamanho da tela”, explica Diogo Bettega, designer e cofundador da startup. 
Só no Brasil, o telefone celular já é usado pela metade da população brasileira para acessar a Internet, segundo a Pnad 2013 (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), divulgada no final de abril de 2015 pelo IBGE. “Por muito tempo o acesso à Internet por dispositivos móveis foi restrito e quando começou a se popularizar, iniciou-se então a criação de versões otimizadas para o celular. Esse trabalho exigia mais investimento, tornando o projeto de um site mais caro. Contudo, hoje as técnicas de desenvolvimento estão mais simples e acessíveis e um site que se adapta aos diferentes tipos de formatos já é a realidade para todos”, observa Simão.
Entre as características de uma página que não é responsiva está o formato. Segundo Bettega, os sites que não são mobiles possuem uma visualização miniaturizada na tela do celular ou tablet. “Essas páginas possuem menu de navegação de difícil acesso, pois não se adaptam ao formato do aparelho e ainda causam um consumo desnecessário de dados móveis”, esclarece. A recomendação é se atualizar para se adaptar a nova realidade. No caso dos sites que não foram projetados para o ambiente mobile e não podem ser adaptados, é necessária a criação de um novo projeto. “As empresas podem adotar uma nova solução, com novo site, novo visual e novos recursos. Essa seria uma oportunidade excelente para a empresa interessada não só ter um site compatível a celulares, mas também usufruir de outros serviços que podem trazer mudanças positivas para a imagem da empresa”, avalia Simão.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorApp PossoAjudar? recebe prêmio
Próximo artigoMelhores práticas em RH