Sírio-Libanês adota tecnologia LocaVoz

0
2

O Hospital Sírio-Libanês adotou a solução LocaVoz, desenvolvida pela LocaWeb, empresa de soluções de Internet Data Center. O sistema, ainda em testes, consiste em um portal de voz conectado a uma base de dados que permite a verificação dos gastos de internações em andamento via síntese de voz.”A vantagem em utilizar o portal de voz em vez de desenvolver um aplicativo é a possibilidade de este ser utilizado dentro e fora do hospital, por meio de um telefone e não de um micro, multiplicando o número de terminais de consulta”, explica Enio Jorge Salu, CIO do Hospital Sírio-Libanês.
Para obter o saldo da conta, é preciso apenas ligar para um número de telefone. Pacientes que tenham a estada paga por convênio também podem utilizar a ferramenta no caso de custos não cobertos. A consulta é feita tanto pelo paciente quanto pelo acompanhante, que tem a possibilidade de acessar os valores de casa ou do trabalho. Antes da adoção do LocaVoz, só era possível saber o saldo a pagar no momento da alta ou ao solicitar uma prévia da conta no setor de faturamento durante o período de internação, o que exigia a participação de diversas pessoas no processo e o tornava desgastante.
Até o momento, só é informado o saldo a pagar. Na fase piloto, que teve início em dezembro, o serviço é fornecido a alguns pacientes que farão uma avaliação. Em uma segunda etapa a tecnologia será estendida a todos os internados – volume que gira em torno de mil pessoas por mês. Os resultados imediatos, contudo, já inspiram planos para novas funcionalidades. “Pensamos em aplicações a outras áreas do hospital, como liberação via telefone de prescrições em espera, fornecimento de resultados binários de exames (aqueles que informam sim ou não e presente ou ausente, por exemplo). Além disso, várias idéias podem amadurecer e se tornar realidade em pouco tempo, uma vez que os custos de implantação da solução são relativamente baixos, pois nosso ambiente transacional já é web”, antecipa Salu.