Solutia ganha flexibilidade com telefonia IP

0
2



Para a Solutia, empresa da área química, ter escritórios e home-offices espalhados em todo o mundo poderia significar gastos altos com ligações telefônicas e deslocamento dos funcionários. Mas foi a partir de um projeto pioneiro no Brasil, de telefonia IP, que as demais filiais encontraram uma saída para ganhar flexibilidade e, ao mesmo tempo, substituir sistemas obsoletos de PABX. Com auxílio da PL Tecnologia, integradora especializada em soluções de convergência, a empresa concluiu em São Paulo a implantação do sistema IP.


De acordo com Marcelo Rebouças, diretor de TI da América Latina e Ásia da companhia, o sistema de PABX nas unidades brasileiras já não atendia aos padrões de TI propostos pela Solutia mundialmente. “Foi um desafio global identificar novas tecnologias que atendessem aos padrões de qualidade e que substituíssem o sistema TDM, não apenas para nós como também para os escritórios de outros países”, explica o diretor. Surgiu então a idéia de implantar um projeto de telefonia IP. “Sabíamos que havia a possibilidade de perder um pouco em qualidade de ligação, mas o custo-benefício no final seria maior com a telefonia IP”, afirma. A troca por um sistema TDM atualizado poderia custar à filial brasileira até US$ 70 mil, enquanto o orçamento de um projeto IP totalizou apenas US$ 15 mil.


Foi lançada então a proposta de implantar a telefonia IP em quatro localidades diferentes, com formas de projeto e fornecedores também diferentes. Na America do Sul, a PL Tecnologia foi a empresa escolhida pela Solutia para implantação do projeto. O antigo PABX foi desativado e, em troca, o software Brekeke instalado em um servidor Dell ficou a cargo da tarefa de criar os ramais e realizar as transferências de chamada.


Marcelo explica que a principal vantagem é a independência do hardware, que dá flexibilidade a empresa. “Posso carregar meu ramal comigo nas viagens à Ásia, contatar de onde estiver funcionários em home-office ou a nossa fábrica em São José dos Campos. Criamos um sistema de ramais mundial”, conta. Antes, havia a dependência em um único aparelho PABX que era compatível apenas com outros aparelhos da mesma marca. “Agora deslocamos tecnologia para lugares diferentes em qualquer equipamento, ganhando escalabilidade para nossas operações”, completa.


O resultado positivo na experiência brasileira foi um ponto importante para os demais projetos na América Latina e Ásia. Os planos da empresa agora incluem a instalação de videofones, equipamentos que também aumentarão a flexibilidade e reduzirão custos com videoconferência. Além disso, o próximo passo será a adoção do VoIP Wireless em todas as unidades da Solutia. “Uma das idéias principais dos projetos em VoIP na Solutia é o investimento em tecnologias novas que mantenham a empresa sempre em sintonia com o que há de mais atual”, conclui o diretor de TI.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorIr ou não para o Second Life?
Próximo artigoVR amplia serviço de busca