Sonda IT estrutura sua área comercial

0
1
Entender o negócio do cliente de acordo com as necessidades de cada segmento para promover uma melhor experiência do uso das soluções de tecnologia, criando sinergia e, consequentemente, redução custos é a aposta da Sonda IT com a sua nova estrutura comercial. A empresa passa, agora, a atuar com uma estratégia voltada para mercados alvos dentro dos setores de Serviços, Indústria e Telecom.
Assim, passa a priorizar a visão de singularidade do negócio do cliente através da verticalização do time de relacionamento comercial. Trazendo uma maior assertividade nas vendas, maximizando a experiência do usuário através do portfólio de soluções de TI. A proposta é simplificar a adoção da tecnologia apoiando as empresas na orientação sobre quais soluções devem ser escolhidas frente aos novos desafios da transformação digital.
“Tornamos nossa equipe comercial em um time multiespecialistas, que passa a entender todas as exigências de negócio do cliente para promover uma venda integrada. Isso significa levar soluções adequadas às suas demandas, apoiando-os na implementação e evolução rumo às novas tendências digitais”, comenta Eduardo Borba, presidente da Sonda IT.
Para liderar a nova estratégia, a companhia nomeou recentemente Gutembergue Rodrigues, que assumiu a vice-presidência de vendas e tem a missão de apoiar o time comercial no agrupamento das soluções para as ofertas segmentadas. “A verticalização veio com força, porque atingimos o máximo que uma integradora pode oferecer de portfólio. Ou seja, nos consolidamos como uma empresa que fornece gestão. Agora utilizaremos todo nosso leque de produtos e serviços para levar valor ao negócio do cliente, apoiando-o nas suas necessidades e evoluções”, resume Rodrigues.
Num primeiro momento, os mercados alvos escolhidos como foco são: varejo, utilities e finanças no setor de serviços; siderurgia, manufatura, bens de consumo, farma, química, papel e celulose no setor industrial; e telecom. Para o presidente da companhia, a meta é aprofundar a relação com o cliente e com o mercado setorizado, corroborando com as empresas no processo de inovação de seus negócios a partir do uso das melhores práticas de TI.