Sonda IT gerencia sistemas da Michelin

0
1



A Michelin, companhia de fabricação e comercialização de pneus, contratou a Sonda IT, empresa tecnologia da informação, para suportar a gestão das aplicações na América do Sul. Vista como estratégica pela Michelin, a área TI, que antes era atendida por 85 diferentes parceiros em nível mundial, passou por um processo de reestruturação e hoje tem apenas cinco fornecedores, incluindo a Sonda IT.

 

Decorrido quase um ano do contrato, a melhora na qualidade dos serviços já é verificada pelo CIO da Michelin para América do Sul, Marcelo Ramires. “Antes tínhamos chamados que ficavam abertos por mais de um mês sem solução. Hoje, conseguimos melhorar o nível de serviço e de qualidade e os indicadores são solucionados conforme os índices acordados, que não ultrapassam um dia para severidades altas e médias”, pontua Ramires, acrescentando que ao todo cerca de 300 aplicações e 6 mil usuários da Michelin são suportados pela Sonda IT.

 

Outro motivo pela escolha de um parceiro regional está nas ações e diretrizes da empresa para a América do Sul, que são coordenadas pelo Brasil. A participação do Grupo Michelin nesta região é estratégica, sobretudo em termos de potencial de mercado. Até 2015, estão previstos investimentos na casa de 800 milhões de euros, o que trará expansão das fábricas, mais oportunidades de emprego e fortalecimento na participação de mercado da Michelin em todos os segmentos.

 

Uma arquitetura robusta, com governança em metodologias e processos, exige tanto uma equipe com grande variedade de conhecimentos específicos, como uma equipe de gestão capaz de estabelecer e sustentar um relacionamento de longo prazo com o cliente, como avalia o diretor de outsourcing da Sonda IT, Waldir Rodrigues Junior. “Em grandes contratos de Application Management, como esse, não só focamos no trabalho técnico de desenvolver e sustentar aplicações, como também apoiando o crescimento e a adaptação de TI para o negócio, agregando conhecimento e sugestões de melhores práticas de mercado. E, com isso, a equipe de TI da Michelin pode focar mais na estratégia de como direcionar a TI para mais perto do negócio”, finaliza.