Stefanini e Crivo anunciam parceria

0
2


A Stefanini IT Solutions, empresa de serviços de tecnologia da informação, fecha parceria com a Crivo, provedora de serviços destinados à automação e à agilidade nos processos de decisão para crédito e risco. O objetivo do acordo é oferecer um portfólio completo de serviços ao segmento financeiro, tornando todos os processos integrados e alinhados, aliando expertise, agilidade e segurança das informações.

Com essa união, a Stefanini quer aumentar ainda mais a atuação no mercado de finanças – foco das estratégias de negócios da companhia. Para a empresa, o setor representa 25% das operações. “A Stefanini atende 90% das grandes instituições financeiras do país, por isso, para a Crivo essa parceria é tão importante”, explica o diretor do segmento financeiro da Stefanini, Ailtom Barberino Nascimento, ressaltando também que a Stefanini optou pela Crivo porque as soluções desenvolvidas pela empresa atendem às necessidades dos clientes da consultoria, proporcionando alto valor agregado aos processos de negócios dos bancos.

Outro ponto destacado pelo executivo é a necessidade do mercado por soluções que automatizem rapidamente as análises de crédito. “Ao incrementar o sistema, a política interna dos bancos ganha maior agilidade não apenas na análise, como também na concessão de crédito, reduzindo custos no processo de bancos, seguradoras e operadoras de cartões de crédito”, complementa.

Para Daniel Turini, diretor de Crivo, o acordo representa um passo muito importante em um momento de crescimento da empresa, que tem intensificado a atuação em bancos, financeiras e seguradoras e tem a estimativa de fechar o primeiro semestre de 2006 com um crescimento de cerca de 150% em relação ao mesmo período do ano passado. “A parceria é estratégica, pois reforça a expansão da Crivo no segmento financeiro. O beneficiado é o cliente, que passa a contar com uma solução completa e atendimento customizado. A Stefanini possui profissionais especializados neste mercado para adaptar a ferramenta às necessidades de cada empresa”, explica.