Telemar adota tarifador convergente

0
11


Diante do grande volume de chamadas locais e longa distância processadas, a Telemar otimizou os processos de faturamento dos serviços tarifados por meio da implantação do tarifador convergente do CPqD (Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações). Após sete meses de operação do novo tarifador, a operadora de telefonia constatou inúmeros ganhos no desempenho na tarifação dos CDRs – Registros de Detalhes de Chamadas, o que permitiu, por exemplo, maximizar o tempo entre a geração da chamada e a cobrança em conta.

A solução tem como foco racionalizar os tarifadores dos diversos serviços da Telemar, permitindo a redução de processos de mediação e interfaces com billing e co-billing. Para tanto, o tarifador convergente apresenta características especiais como arquitetura J2EE, de forma componentizada, com tecnologia orientada a objeto e linguagem Java. Além disso, a solução oferece flexibilidade, fácil evolução e escalabilidade, já que permite portabilidade plena entre as plataformas Intel, RISC e Mainframe.

“A arquitetura da solução nos permitiu conseguir o desempenho requerido e até ultrapassar a expectativa, na medida em que os usuários têm maior facilidade na introdução de novos produtos ou na reformulação dos atuais, já que a solução oferece amplos recursos de configuração”, comenta Antonio Parrini, diretor de Redes e Serviços do Grupo Telemar.

Inicialmente, o maior desafio foi estabilizar o ambiente computacional e, posteriormente, integrar a nova solução aos sistemas da Telemar. “A homologação das regras configuradas também requereu muito esforço, porque os novos processos são mais simples e rápidos, necessitando sua sincronização com a solução existente, para efeito de comparações”, explica Antonio.

Para o futuro, além de garantir o desempenho da nova solução implantada, a Telemar prevê a implementação da tarifação dos serviços da rede inteligente, da rede de dados e dos serviços especiais. “Pretendemos evoluir continuamente com a solução, buscando mais melhorias funcionais, já que as soluções do CPqD são feitas para durar e são modeladas para que a empresa tenha autonomia para configurar seus negócios”, declara o diretor.