Tem Big Data no Natal

0
2



Autor: Esteban Montelongo

 

O período do ano mais importante para vender se aproxima. Sem dúvida essa época é a mais esperada para a maioria dos fabricantes. Durante todo ano são criadas estratégias de marketing e de venda exclusivamente para o Natal. Os investimentos e esforços realizados devem render frutos e, neste caso, ter uma análise de sentimento, afinidade ou propensão de compra oportuna e atualizada pode ajudar a tomar decisões imediatas.

 

Nesta temporada, muitas informações são geradas. Conseguir estruturá-las, limpá-las e analisá-las implica em tempo e isso se resume em custo e oportunidade. Contar com um ambiente analítico não é o suficiente: para poder realizar uma análise oportuna neste período do ano, as fases de aquisição e preparação de dados podem tomar muito tempo, impedindo a elaboração de modelos com dados frescos, novas variáveis ou fontes.

 

Assim, os grandes varejistas precisam contar com uma plataforma que possa suportar o Big Data. Ela precisa contar com recursos que analisem grandes quantidades de informações estruturadas ou não estruturadas, aproveitando o paralelismo de uma base de dados com capacidades de executar funções analíticas de MapReduce graças ao framework SQL-MapReduce.

 

Outra característica importante que a solução escolhida precisa ter é a possibilidade de criar funções potentes, seja em Java C++, C#, Python e R. Quando executadas in-database a partir de um caso padrão de SQL, o uso dessas ferramentas é simplificado.

 

O Big Data não é somente grandes quantidades de informação: ele representa diferentes tipos de dados que precisam ser tratados com velocidade e flexibilidade. Também representa uma oportunidade para os fabricantes de oferecer aos seus clientes uma experiência positiva, ágil e simples.

 

Esteban Montelongo é arquiteto de soluções da Teradata.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorO começo de uma nova etapa
Próximo artigoFoco no foco dos clientes