Tem promoção?

0
15
Apesar de ainda haver desconfiança, o consumidor brasileiro vem ano a ano acreditando mais nas promoções da Black Friday. É o que mostra pesquisa realizada pela dunnhumby com 1.000 consumidores, com idade a partir de 18 anos, das classes ABC. O estudo aponta que 54% dos entrevistados em 2017 acreditam nos descontos da ação de vendas, contra 43% em 2016 e 28% em 2015. Além disso, 68% pretendem comprar na edição deste ano, enquanto 66% dizem ter comprado em anos anteriores.
A pesquisa revela também que 55% dos entrevistados pretendem aproveitar as ofertas da Black Friday para antecipar as compras de Natal, sendo que 36% dos entrevistados gastará pelo menos metade do que terá disponível para o Natal. Por outro lado, 32% dos brasileiros não pretendem comprar na Black Friday deste ano. O principal motivo para não comprar na Black Friday é corte de gastos (19%). Outros motivos para não comprar é não ver diferença nos preços (16%) e não encontrar oferta suficientemente vantajosa (11).
Dentre os que 68% que comprarão na Black Friday:
– 50% das pessoas declaram que devem gastar até R$500 reais, enquanto 33% gastarão mais de R$ 750 reais. 17% irão gastar entre R$500 e R$ 750 reais;
– Cartão de crédito será a principal forma de pagamento: 53% pretendem utilizar esse meio; 34% devem usar dinheiro e 12% boleto bancário;
– Os itens mais comprados, de acordo com os entrevistados, serão roupas, calçados, e eletroeletrônicos com 79%. Em seguida vêm alimentos (70%), artigos para a casa (69%), produtos de higiene (67%) e produtos para o cabelo (67%);
– A intenção de compra de eletroeletrônicos subiu mais de 30 pontos percentuais em relação a 2016 (48%) e 2015 (42%);
– Assim como em 2016, eletroeletrônicos será a categoria mais comprada pela internet, com 59% de intenção;
– 58% acham que os preços do site estarão um pouco mais baixos do que na loja física e 30% acham que serão bem mais baixos.