Thyssenkrupp ingressa no B2B de maneira econômica

0
1

A ThyssenKrupp Fundições, empresa voltada à fabricação de peças especiais em ferro fundido para diversos setores da indústria, adotou o comércio eletrônico de maneira econômica. Atualmente a empresa realiza cerca de 344 cotações por mês. Com a implantação de um projeto simples, a organização conseguiu aumentar o número de fornecedores, além de utilizar a ferramenta na matriz da empresa em Barra do Piraí (estado do Rio de Janeiro), implantou também na filial Matozinhos (MG).

As primeiras vantagens foram logo percebidas, já que antes de utilizar o marketplace a empresa levava até 12 dias para efetuar o processo de compras, da cotação ao fechamento do pedido. Com a adoção do B2B este tempo caiu para menos da metade, passando para até cinco dias. Entre junho e dezembro do ano passado a empresa realizou 2.406 cotações, cotou 11.711 itens e efetuou 2.643 pedidos. Entre os itens mais comprados pela ThyssenKrupp estão máquinas e equipamentos, material elétrico, ferramentas e materiais de segurança.

“A implantação do projeto não custou caro e a interface é feita com recurso próprio da ThyssenKrupp. Posso garantir que o projeto é viável. Aumentamos o número de fornecedores da empresa e, conseqüentemente, as praças em que fazemos cotações e agilizamos o processo de compras”, afirma Carlos Maracajá, gerente de suprimentos da ThyssenKrupp Fundições.