TI como ferramenta vital para o varejo

0
1


O “I Tendências de Mercado para a Gestão do Comércio”, promovido pelo Grupo Linx – empresa especialista em soluções corporativas para o mercado têxtil e de vestuário – reuniu ontem, dia 3 de outubro, profissionais do comércio varejista das áreas de gestão, vendas, tecnologia, administração e finanças. Durante o evento, que foi realizado em São Paulo, foram apresentadas as tendências e soluções para promover a integração de informações estratégicas a fim de otimizar os processos e melhorar os resultados das empresas de varejo.

Para Nércio Fernandes, diretor de desenvolvimento da Linx Sistemas, a proposta do evento – avaliar o cenário, apresentar tendências e mostrar como a TI cada dia é mais vital para garantir vantagem competitiva – foi cumprida com sucesso. “Esta primeira edição do evento mostrou que a informatização das empresas e a reformulação dos processos internos são conceitos essenciais para os que buscam destaque no mercado”, completa.

Um dos destaques do encontro foi a apresentação do case da Hering, por Marcelo Camêlo, CIO da empresa e responsável pela modernização da área responsável por TI, Telecom e Automação da rede HeringStore e demais unidades da empresa. A Hering possuía aplicativos de frente de loja e retaguarda com sistemas corporativos não integrados, informações segmentadas e ineficientes no apoio à tomada de decisões. Após a implementação da solução Linx POS, a empresa desenvolveu uma nova cultura, flexibilizando a adoção de novas regras em vários níveis da cadeia de negócios, padronizando informações e simplificando o fluxo com maior eficácia. “Hoje o consumidor exige serviços com níveis elevados, e descobrimos que mesmo com 128 anos de tradição precisávamos melhorar o ‘know how’ para enfrentar o mercado. A parceria desenvolvida com a Linx nos fez repensar aspectos importantes no nosso negócio”, explica no executivo.

O evento contou também com uma palestra de Rubens Panelli Junior, sócio-diretor da RPanelli & Consultores Associados – consultoria especializada em gestão para empresas de produtos de consumo e varejo – e também ex-CEO da Daslu, do Grupo Pasmanik e ex-diretor comercial e de marketing da C&A. O executivo falou sobre os principais diferenciais competitivos que um empresa do ramo varejista precisa ter para sobreviver aos tempos atuais: direcionamento estratégico, gerenciamento de talentos e eficiência operacional.

O consultor define que “dentro do varejo, é preciso que as empresas se preocupem com estes três fatores, e que estas atividades trabalhem em sinergia. Sem focos bem definidos no posicionamento estratégico no mercado, motivação e comprometimento na gestão do material humano e preocupação com os recursos e finanças, é impossível garantir uma blindagem à concorrência de mercado, sendo impossível criar uma cadeia de demanda de sucesso”.