Tim, Claro e Oi na berlinda

0
1



A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) promove nesta quarta-feira, 18, a partir de 17h30, entrevista coletiva para falar sobre a qualidade do serviço móvel no Brasil. A grande expectativa fica para a suspensão da venda de chips das operadoras Tim, Oi e Claro, conforme adiantou hoje cedo a Folha de São Paulo. Somadas, as três empresas têm cerca de 70% do mercado de telefonia móvel no país – Tim (26,88%), Claro (24,59%) e Oi (18,59%). Segundo a matéria, as vendas ficarão interrompidas até que as operadoras apresentem um plano de investimento para os próximos dois anos para resolver os problemas.

 

A Folha ainda diz que os técnicos da Anatel trabalhavam, nesta manhã, com previsão de impedir a venda e a ativação de novas linhas pela Tim em cerca de 15 Estados, pela Oi em 6 e pela Claro em 3. A Anatel tomou a decisão após avaliar dados das empresas pelos últimos seis meses. Um dos maiores problemas é que as chamadas são interrompidas no meio do telefonema. A Folha apurou que a Anatel deve ingressar com medidas cautelares em cada Estado e individualizada por operadora para suspensão dos serviços.