Tim teria derrubado ligações de propósito

0
14



Um relatório feito pela Anatel, Agência Nacional de Telecomunicações, entre março e maio e entregue ao Ministério Público do Paraná, acusa a Tim de interromper propositalmente as chamadas feitas pelas linhas cadastradas no plano Infinity, que gera cobrança por ligação e não por tempo de chamada, como revela uma reportagem publicada nesta terça-feira, 07, no jornal Folha de S.Paulo.

 

A partir do monitoramento de todas as ligações, no Brasil, o índice de queda de ligações no plano Infinity é quatro vezes superior ao dos demais usuários. No dia 08 de março, indica o relatório, a operadora teria derrubado 8,1 milhões de ligações, faturando R$ 4,3 milhões a mais.

 

Ainda segundo o jornal, hoje, 08, em audiência pública no Senado, o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, informou que a Anatel deve apressar a análise sobre a acusação contra a operadora. “É preciso esclarecer a opinião pública sobre a questão, mas com prudência. Uma coisa é dizer que a chamada cai, outra é dizer que deliberadamente há a derrubada da ligação para gerar mais receita”, disse Bernardo. O diretor de assuntos regulatórios da Tim, Mario Girasole, também presente na audiência no Senado, negou fraude em relação aos planos Infinity e disse que a conclusão do relatório preliminar de fiscalização da Anatel é falsa, porque se baseia apenas em um levantamento de chamadas e desconsidera outros fatores para a queda das ligações.