Toda segurança é pouca…

0
0


Marcelo Okano

As facilidades e a comodidade que a Internet nos trazem talvez sejam somente comparadas à invenção do carro. Com um simples clique podemos viajar de um país a outro, sem a barreira dos limites demográficos, podemos comprar desde um livro até um carro novo ou pagar contas sem ter de enfrentar fila ou burocracia.

Mas, por trás dessas facilidades, existem algumas dificuldades que exigem nossa atenção. Em muitos casos são armadilhas virtuais preparadas para usuários menos preparados, transformando-os em potenciais vítimas. Tomando certos cuidados para utilizar as ferramentas da Internet é possível minimizar bastante os riscos e navegar com tranqüilidade, mas tenha sempre em mente que toda segurança é pouca. Veja algumas dicas para se proteger:

Acesso à Internet – Os novos serviços de Internet oferecidos pelas empresas de telefonia e TV a cabo e satélite facilitaram e popularizaram o acesso à rede mundial de computadores. Mas aumentou, também, o tempo de conexão e, conseqüentemente, ficamos vulneráveis a um maior número de ataques, como: invasão do computador, instalação de programas para fraude e roubo de informações. As recomendações de segurança são:

– Mantenha um antivírus instalado e atualizado;

– Instale um firewall pessoal para minimizar as invasões;

– Atualize os programas com as atualizações de segurança;

– Troque periodicamente as senhas utilizadas nos sites;

– Evite o compartilhamento de recursos.

Navegadores – Internet Explorer, Firefox, Mozilla e outros, também conhecidos como browsers, são os programas que permitem acessar os sites. Os principais problemas relacionados ao seu uso são: execução automática de programas como Java e Javascript ao acessar determinadas páginas, vulnerabilidade ou defeito no navegador pode comprometer a segurança e cookies são utilizados pelos sites para obter informações e preferências dos usuários.

As recomendações de segurança são:

– Mantenha desabilitar a execução automática de programas e habilitar somente quando necessário;

– Mantenha o antivírus atualizado;

– Atualize sempre o navegador para evitar vulnerabilidade e defeitos;

– Controle a utilização dos cookies pelos sites.

Sites de relacionamento e blogs – Por meio deles, é possível registrar opiniões, encontrar velhos amigos que estudaram juntos, reunir grupos de pessoas com as mesmas preferências e gostos, conhecer novas pessoas, realizar o networking com outros profissionais da área e até realizar alguns negócios.

Geralmente esses sites permitem o cadastro de dados pessoais, preferências, rede de amigos e outros. Mas, da mesma forma que os amigos podem conhecê-lo melhor, outros usuários podem estar se aproveitando das informações para conhecer seus hábitos, lugares mais freqüentados, classe social etc. Como resultado pode acontecer a violência física, como chantagens e seqüestros, além da virtual, o que transforma a diversão em um verdadeiro pesadelo.

As recomendações de segurança são:

– Evite divulgar informações pessoais como telefone, endereço, local de trabalho etc;

– No caso dos sites de relacionamento, permita que somente os amigos possam ter acesso às informações pessoais;

– Tenha cuidado ao aceitar os pedidos de relacionamento no Orkut e outros sites que seguem a mesma linha. Se você permitiu que seus amigos possam saber os seus dados pessoais, as pessoas que forem aceitas também terão acesso a esses dados;

– Evite se expor divulgando preferências de carros, restaurantes, grifes, rotinas etc.

E-mail – Rápido, de fácil uso e muitas vezes gratuito, é uma ótima forma para enviar textos, documentos, fotos ou outros tipos de arquivo. Mas, como todas as outras ferramentas da Internet, pode trazer problemas para o usuário.

As Recomendações de segurança são:

– Mantenha um antivírus instalado e atualizado;

– Desabilite a opção para a execução automática do anexo;

– Delete, imediatamente, os e-mails dos quais você desconfia ou não sabe a procedência;

– Mantenha um anti-spam instalado.

– Desconfie de mensagens que oferecem vantagens mirabolantes ou alertam sobre alguma dívida pendente do usuário;

– Tenha cuidado ao abrir arquivos anexados, pois eles podem contar algum código ou programa que são executados automaticamente.

Spam – São os e-mails que o usuário recebe sem ter solicitado, como propaganda de produtos e serviços. Atualmente, os provedores e softwares de e-mails possuem ferramentas anti-spam para evitá-los, mas o gerenciamento fica a cargo do usuário, que pode perder muito tempo para fazê-lo. Os spams prejudicam o usuário das seguintes formas: provocam perda de tempo para verificar se o e-mail é legítimo ou inútil, ocupam espaço inútil na caixa-postal; obrigam o gastos com softwares e ferramentas para bloquear as mensagens indesejadas e aumentam o risco de fraudes.

As recomendações de segurança são:

– Instale um anti-spam ou utilizar o serviço do provedor de e-mail;

– Não responda aos spams que mantêm um item para remover o endereço da lista, pois esta é a forma que os spammers usam para confirmar os e-mails verdadeiros;

– Mantenha um antivírus instalado e atualizado;

– Mantenha um anti-spyware instalado e atualizado;

– Crie um e-mail para as listas de discussões e outro para uso pessoal.

Programas de distribuição de arquivos – São aqueles que permitem distribuir arquivos pela Internet, como eMule, Kazaa, Gnutella etc. Os maiores riscos são: acesso não autorizado ao computador do usuário e contaminação por vírus ou programas maliciosos contidos nos arquivos compartilhados.

As recomendações de segurança são:

– Manter um antivírus instalado e atualizado;

– Manter o programa de distribuição sempre atualizado.

Marcelo Okano é coordenador dos cursos de Tecnologia de Banco de Dados e Tecnologia em Redes de Computadores da Faculdade Módulo e professor de pós-graduação do curso de Gestão de Redes da Fiap (Faculdade de Informática e Administração Paulista).