Uma abordagem ao sucesso

0
17

*João Gonçalves Filho (Bosco)

O presente tema tem sido objeto de seminários, congressos, palestras, pesquisas e mais pesquisas, enfim, constitui-se no grande desafio da empresa – definir parâmetros que possam levar a empresa a encontrar resultados positivos – lucratividade.

Muitos parâmetros já foram identificados, comuns às empresas pesquisadas, os quais teceremos comentários diversos. Não esquecer, contudo, que não há uma fórmula ou equação mágica. O seu êxito está diretamente vinculado a uma visão estratégica implantada na empresa para atingimento de resultados positivos e sucesso buscado, a cada momento do mercado.

Cada empresa, em sua ” gestão interna “, deve estar capacitada pela ” gestão ou missão de liderança ” que consiste em procurar e desenvolver talentos humanos dentro da empresa. ” A maior habilidade do líder é desenvolver coisas extraordinárias em pessoas comuns ” – afirma Abrahão Lincoln. Portanto, não basta ser bom, o importante é buscar, permanentemente, a excelência. O consumidor atual não mais está disposto a pagar pela incompetência da empresa. Toda empresa exige e vive de resultados, os quais sómente advirão com a participação efetiva de cada colaborador da empresa, através dos seus pontos fortes e valores humanos e profissionais. Todos devem ser envolvidos neste mercado globalizado da atualidade, é o alvo maior da empresa na modernidade, constituindo-se, assim, no grande diferencial da empresa. Segundo pesquisas realizadas em mais de 100 empresas nacionais e multinacionais, ” o foco ao cliente ” constitui-se mais em uma ” carta de intenções ” do que numa filosofia gerencial da empresa. Daí, como resultante, o insucesso de muitas empresas.

O grande desafio da empresa moderna, ante á valorização do cliente, passa pela vertente de se definir o perfil do cliente de cada empresa para que possa esta implementar o seu marketing de relacionamento, gerando-lhe percepção de compra de produtos e serviços. A relação de negócios lucrativos com cliente implica no conhecimento que a empresa tenha do seu cliente, como : hábitos pessoais e familiares, grau de satisfação na marca de produtos e serviços oferecidos pela empresa, relação empática com colaboradores da empresa, porque compram na empresa, suas necessidades e expectativas, quando vai a empresa, poder aquisitivo, quais os pontos fortes da empresa para êle, enfim, o maior ou menor conhecimento do cliente poderá ser resultante em negócios lucrativos ou não.

O cliente, quando procura ou vai a empresa, tem uma expectativa – êle veio à procura da empresa para satisfazer alguma necessidade pessoal, familiar ou profissional. O mais importante para a empresa é identificar a sua percepção, se positiva ou negativa. Aqui, emerge a importância do marketing da empresa, ao nosso entendimento, deve estar atento nesta interação com os seus clientes e, segundo pesquisas, dentro da seguinte realidade constatada : 10% dos clientes agem conscientemente, 90%, inconscientemente, embora, saibam o que querem comprar. A prática ensina que cada cliente, embora tenha esta plena consciência, procura agregar benefícios ou vantagens ao produto que compra, através do contato de compra. A empresa há de estar no subconsciente de cada consumidor, como, exemplificando-se : Coca Cola, quando se fala em refrigerante. O desejo de compra do cliente deve ser criado, através da propaganda.

Como síntese, o sucesso da empresa competitiva no mercado atual passa por sua capacidade de ser estratégica, qualitativa, inovadora, criativa ante às mudanças do mundo atual, seus talentos de colaboradores, pela gestão de pessoas da empresa, pela cumplicidade dos seus colaboradores no sucesso, tornando-se craques em alguma coisa, enfim, pela interação harmoniosa que possa existir entre diretores e colaboradores.

(*)João Gonçalves Filho (Bosco) é administrador de Consórcio – [email protected]