Uma cultura em desenvolvimento

0
3
Apesar de nova, a área de Customer Success (Sucesso do Cliente, em português) já vem ganhando espaço em algumas empresas. O modelo implica na implantação de uma cultura empresarial centrada no cliente que vai do pré ao pós-venda. Mesmo essencial,  muitas  empresas encontram dificuldades para estender a atitude para todas as áreas da organização, situação revelada por uma pesquisa realizada pela Mindminers, em parceria com a Octadesk,que ouviu 300 profissionais da área em todo País.
 
O estudo mostra que a quantidade de colaboradores  na área de Custumer Success varia bastante de empresa para empresa: 31% delas contam com uma equipe de mais de 10 funcionários, enquanto outras 33% contam apenas com um, dois ou três  colaboradores. Além disso, 50% das empresas que possuem a área não utilizam nenhum tipo de software de auxílio.
 
“Os números da pesquisa mostram que ainda é uma área que tem pouco foco dentro das companhias, mesmo tendo este conceito cada vez mais presente nas empresas brasileiras. Quem não se adaptar tem grandes chances de enfrentar dificuldades e perder para a concorrência. Afinal, o cliente está mudando, está mais exigente e conectado, então, as empresas também precisam mudar”, comentou o Rodrigo Ricco, CEO da Octadesk.
 
O estudo revelou ainda que 86% das empresas que não possuem a área de  Customer Success (CS) têm o objetivo de desenvolvê-la ainda em 2018. “O estudo mostra claramente que o conceito de Customer Success ainda é um ´bebê´ no Brasil. Ainda não está claro para as empresas que o investimento em CS pode ser tão ou mais vantajoso que a área de vendas, por exemplo”, explica Diego Azevedo, customer success manager da MindMiners.