Uma relação de marca e sentimento

0
2
Agradar o cliente, hoje em dia, é uma tarefa complicada. Cada vez mais exigente, com acesso a mais informações e a diversas marcas, cresce o interesse dele por novidades, inovações e experiências positivas, que possam marcar sua vida de maneira que auxilie na decisão de uma empresa em detrimento de outra. Para as marcas que investem no brand experience fica mais fácil de oferecer tais momentos aos consumidores. “Brand experience é uma estratégia para interagir a marca a seus clientes/consumidores com algumas experiências verbais e visuais, a fim de relacioná-la com sentimentos”, explica Renato Hideki, especialista em marketing digital da Goomark.
Além da maior aproximação que essa estratégia pode proporcionar, ela também traz a chance do público se tornar mais amigável à marca, o que possibilitará a chance dele ser um divulgador da empresa e dos serviços que oferece. Ainda mais nessa era de conectividade, em que as pessoas trocam mais e mais informações, ter clientes que são defensores da empresa e benéfico à imagem dela, bem como à sua credibilidade. “Proporcionado pelo brand experience, clientes relacionam momentos marcantes de sua vida a produtos”, adiciona Hideki. Momentos esses que podem ser oferecidos, por exemplo, por meio da oportunidade do cliente atingir os 200km/h com uma determinada marca de carro famosa ou ver o seu time ser campeão de um torneio. “Esses momentos geram lembranças e isso é automático, logo conseguem se lembrar de todos os patrocínios que seu time tem no momento da vitória”, aponta o executivo. 
Também faz parte do brand experience a entrega de experiências que tenham mais interatividade e mensagens atrativas. Contudo, é importante que todas as ações tenham o mesmo foco: aproximação do cliente. Para o sucesso da estratégia, é crucial que as empresas tenham em mente que não basta que o consumidor realize uma compra, mas se esqueça dela depois. “Com isso, a brand experience consegue trabalhar os sentimentos dos clientes, fazendo com que se sintam bem ao utilizar determinado produto.”
Para que a ação seja positiva, Hideki explica ainda que é preciso conhecer bem o público-alvo que se deseja atingir, saber o que ele espera do produto e como eles se sentiriam confortáveis e próximo à marca. “Assim, a empresa deve inserir o seu produto em momentos e sentimento marcantes da vida do cliente”. Ou seja, uma oportunidade que o negócio possui para não cair na mesmice, diferenciar-se dos concorrentes e com algo a acrescentar. “O brand experience vem mudando as visões das empresas relacionadas aos clientes. Cada dia mais está comum as interações de empresa x cliente em diversos segmentos”, finaliza.