Usuário de smartphone é maior que tablet

0
7
Dos brasileiros que acessam as redes sociais, 70% delas afirmaram que preferem fazer isso via smartphones. Conforme, aponta uma pesquisa realizada pelo MeSeems, em parceria com o Centro de Inteligência Padrão (CIP0, do Grupo Padrão, com 1.358 entrevistados. O objetivo era justamente avaliar o perfil do consumidor digital, constatando alguns hábitos comportamentais dos usuários de smartphones e tablets.
Redes Sociais
Daqueles 70% citados acima, a razão para acessarem as mídias sociais por dispositivos móveis é a facilidade: de acesso (61%), de transporte (56%) e de visualização (45%). Entre as redes mais acessadas estão: Facebook (93%), Instagram (63%) e Google+ (47%). “A facilidade de acesso às redes sociais via smartphone se dá ao fato de que a maioria dos aplicativos são pensados para estes aparelhos. Além disso, a facilidade no transporte dos smartphones (bem menores que os tablets) é outro fator decisivo na hora da escolha do consumidor”, explica Roberto Meir, especialista internacional em relações de consumo e CEO do Grupo Padrão.
Segundo o estudo, 95% dos usuários de smartphones acessam as redes sociais de casa, 44% no trabalho e 37% conectam-se em restaurantes, lanchonetes e bares. O estudo constatou ainda que o tempo de acesso às redes sociais chega a ser de seis horas por dia.
Já a redes sociais mais acessadas por tablet são: Facebook (79%), Instagram (40%) e Google+ (37%). Dos usuários, 60% afirmaram utilizar o dispositivo para curtir fotos e vídeos, 56% para manterem-se atualizados e 50% para compartilhar fotos. A maioria dos usuários de tablets (95%) costumam acessar redes sociais de casa, (21%) do trabalho e (14%) no shopping center. Em média, os usuários costumam navegar nas redes sociais menos de uma hora por dia.
Mensagens Instantâneas
Já quando o assunto é o acesso a aplicativos de mensagens instantâneas, 90,2% dos usuários preferem acessar via smartphone, 7% via computador/notebook e apenas 2,8% por meio de tablet. Entre os aplicativos mais utilizados por usuários de smartphones estão: Whatsapp (96%), Facebook Messenger (73%) e Skype (31%). Apenas 0,9% dos entrevistados alegam não utilizar aplicativos de mensagens instantâneas pelo smartphone. Cerca de 90% dos usuários de smartphones utilizam os aplicativos de mensagens instantâneas para conversar com amigos, 78% com familiares e namorado e 59% utiliza para compartilhar vídeos e fotos. 
Já os aplicativos de mensagens instantâneas mais acessados pelos usuários de tablet são: Facebook Messenger (62%), Whatsapp (34%) e Skype (29%). Cerca de 19% dos entrevistados alegam não utilizar aplicativos de mensagens instantâneas pelo tablet. De acordo com dados coletados pela pesquisa, 95% dos usuários de tablets acessam os aplicativos de mensagem de casa, 21% utilizam no trabalho e 12% utilizam no shopping.
Dos que não utilizam aplicativos de mensagens instantâneas por meio do tablet, 62% não o fazem por não possuir estes aplicativos em seus tablets, 23% considera a visualização ruim e 13% não utiliza devido à utilização do pacote de dados.
Do total de entrevistados, 51% são homens e 49% são mulheres, entre 14 e 60 anos, das classes sociais A, B e C, em todo o Brasil.