Varejo cresce 2,3% em novembro

0
19
A receita de vendas do comércio varejista brasileiro registrou alta de 2,3% em novembro, em comparação com o mesmo período do ano passado, após descontada a inflação aplicada aos setores do varejo ampliado, segundo o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA) divulgado nesta sexta-feira (15). “O ICVA vem evidenciando uma melhora no desempenho do varejo brasileiro. Já estamos no quinto mês consecutivo de crescimento, com cada vez menos setores e regiões apresentando retração”, comenta Gabriel Mariotto, gerente da área de inteligência da Cielo.
O executivo ressalta ainda que o desempenho do mês de novembro de 2017 ainda foi levemente prejudicado pelo calendário, por conta da distribuição dos feriados em dias de semana diferentes de 2016. Ajustados estes efeitos, o índice apontaria uma alta de 2,6%, uma aceleração em relação a outubro na mesma base de comparação (0,7%). Em termos nominais, o ICVA apresentou alta de 3,0% em novembro sobre um ano antes. Descontados os efeitos de calendário, o índice nominal aponta também uma aceleração na passagem de outubro para novembro: de 1,6% para 3,3%.
O grande destaque positivo de novembro foi o setor de Móveis, Eletro e Lojas de Departamento, que teve alta expressiva e acelerou em relação a outubro. Este resultado foi bastante influenciado pela Black Friday, já que a data tradicionalmente impulsiona vendas de artigos destes setores. O grupo de setores que comercializam Bens Não Duráveis mostrou de um lado Supermercados e Hipermercados se recuperando bem após um início de ano com desaceleração, e por outro Postos de Combustíveis, que continua com retração, desde o início do ano. Por fim, o setor de Serviços acelerou na comparação com o mês passado, com destaque positivo para Alimentação – Bares e Restaurantes e Turismo e Transportes.