Varejo do futuro é móvel e conectado

0
1
Autor: Jean Klaumann
Estima-se que 65% da população mundial tenha um celular na mão; 83% do uso da internet acontecem por meio de dispositivo móvel; e mais da metade das vendas globais do varejo é influenciada por tecnologia. A internet trouxe a conveniência para o varejo e um ambiente de compra atrativo passou a ser o elemento chave para a fidelização do cliente. Combinar tecnologia e interatividade, transformando toda interação em oportunidade de compra é a fórmula do varejo do futuro.
Existe um novo perfil de consumidor que não quer só comprar, ele quer aprender, ver, tocar, interagir, avaliar, criticar, elogiar e recomendar. E o varejista do futuro enfrentará o desafio de aumentar a qualidade de seus produtos, aumentar a segurança de compra de sua plataforma online, explorar de forma inteligente a “hiper-conveniência” – facilidade de compra, entrega eficaz e pagamento digital. E, sobretudo, ampliar interação personalizada com seus clientes. Novas tecnologias transformarão o cliente fã em embaixador das marca e é neste momento que os e os varejistas deixarão de conversar com seus consumidores isoladamente e passarão a falar também com as redes com as quais esses consumidores se relacionam.
O futuro dos varejistas terá seus movimentos ainda mais pautados na experiência de compra de seus clientes, dependerá cada vez mais do comprador. Neste contexto, o varejista terá que estar focado em nutrir boas experiências utilizando tecnologia. CRM inteligente e plataformas integradas, por exemplo, auxiliarão a varejista a conhecer a fundo seu comprador, a ofertar de maneira assertiva e a dialogar com ele.
Além do engajamento e experiência de compra, o uso da mobilidade já é outro fator chave para o varejo do futuro. Soluções de mobilidade criam uma experiência única de compra para o consumidor e são diferenciais extremamente competitivos para o varejista. Clientes querem ser atendidos de forma rápida e personalizada, seja no universo online ou offline.
Mapear seus clientes e utilizar esses dados para criar serviços digitais usando a tecnologia para proporcionar contato humano e promover serviços personalizados é o caminho para o varejo do futuro – e ele é móvel e conectado.
Jean Klaumann é vice-presidente de operações da Linx