Vem aí a NR-10

0
2


A eletricidade entre todas as formas de energia é a mais importante e também a mais utilizada. A energia elétrica move a economia mundial, promove desenvolvimento, mas também mata. Estatísticas mostram que, só em 2004, ocorreram no Brasil cerca de 2,8 mil acidentes fatais de trabalho. Do total, 15% aproximadamente estão direta ou indiretamente ligados a acidentes com eletricidade. Com base no alto índice de incidentes com eletricidade, um grupo de engenheiros elétricos, preocupados com a displicência e falta de critérios nas instalações comerciais, trabalham desde 2004 em nova legislação, que visa ditar regras seguras para prevenir acidentes e esclarecer dúvidas.

Denominada de NR-10, as alterações da norma passam a vigorar totalmente a partir de dezembro próximo, quando todas as empresas deverão estar de acordo com as novas diretrizes. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a implementação da nova lei, a SMARTtech Elétrica, distribuidora de software de engenharia para o setor elétrico do Brasil, programou um seminário com os especialistas que elaboraram a nova norma, além de cases de importantes empresas. O seminário `Estratégias na Implementação da NR-10` acontece em São Paulo, no dia 3 de outubro, em São Paulo.

Um dos destaques do seminário será a palestra do consultor e engenheiro eletricista Joaquim Gomes Pereira, autor do “Manual de Auxílio na Interpretação e Aplicação da NR-10”, editado especialmente para auxiliar as empresas com a nova regulamentação e que será distribuído gratuitamente durante o seminário. Pereira integra a comissão tripartite responsável pela elaboração da nova norma, como representante do Ministério do Trabalho. Segundo Pereira, a nova norma é na maioria voltada para o homem, parte principal no processo produtivo e organizacional do trabalho. Por isso, fornece ferramentas, instrumentos e subsídios amplos e claros que regulamenta a adoção de novas técnicas seguras nas instalações e serviços com eletricidade.

“Cabe-nos lembrar que a NR-10 faz parte do ordenamento jurídico nacional, tem a força de lei e será a base assumida por órgãos públicos na fundamentação de decisões e sentenças envolvendo o Ministério da Justiça (responsabilização civil e criminal), Ministério Público com as ações de interesse da sociedade, o INSS (ações regressivas e indenizatórias), além, é claro, das ações do Ministério do Trabalho e Emprego”, complementa Pereira.

Na visão do engenheiro, uma NR-10, moderna e alinhada aos conceitos internacionais de prevenção de acidentes, constitui um importante instrumento de gestão de responsabilidade para com a segurança e a saúde no trabalho com amplo alcance a todos os setores. “Temos de reconhecer que a energia elétrica é indispensável à sobrevivência da espécie humana, um recurso estratégico ao desenvolvimento da Nação, mas por outro lado representa elevado risco”, afirma Pereira.

Serviço
Data: 03 de outubro
Horário: das 9h às 17h
Local: Centro de Convenções Millenium – rua Dr. Bacelar, 1043, vila Mariana – São Paulo/SP
Informações e inscrições pelo telefone (11) 3168-3388 ou no e-mail [email protected]