Vendas de última hora não ajudam a Páscoa

0
1
Apesar de as promoções de última hora alavancarem as vendas na Páscoa, este foi o pior desempenho desde 2007, quando o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio começou a ser medido. No final de semana da Páscoa (03 a 05 de abril), as vendas aumentaram 3,2% em todo o país na comparação com o final de semana equivalente do ano anterior (18 a 20 de abril). Durante a semana, de 30 de março a 05 de abril, o crescimento foi nulo, ficando nos mesmos níveis de vendas em relação ao mesmo período do ano anterior (14 a 20 de abril).
 
Na cidade de São Paulo, as vendas realizadas na semana da Páscoa caíram 3,7% ante a mesma semana do ano passado. No final de semana da data, as vendas tiveram queda de 3,1% em relação ao mesmo período do ano anterior. De acordo com os economistas da Serasa Experian, com menos dinheiro no bolso, em virtude da alta da inflação nestes primeiros meses do ano, os consumidores deixaram para comprar seus presentes de Páscoa nos últimos dias, aguardando as promoções do varejo.
O Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio tem como base uma amostra das consultas realizadas no banco de dados da Serasa Experian. Foram consideradas as consultas realizadas no período de 30 de março a 05 de abril de 2015 e comparadas às consultas realizadas de 14 a 20 de abril de 2014; e as do período de 03 a 05 de abril de 2015, em comparação às do período de 18 a 20 de abril de 2014.