Vendas diretas crescem 19% no ano

0
4



O volume de negócios das vendas diretas subiu 19% e somou R$ 18,56 bilhões no acumulado entre janeiro e setembro de 2010 ante o mesmo período do ano passado. Os dados são do último balanço da ABEVD, Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas. Já, no terceiro trimestre deste ano, o volume de negócios foi de R$ 6,8 bilhões, índice 15,3% maior do que o registrado em igual período de 2009. O setor também oscilou positivamente em indicadores como produtividade, com aumento de 5,6%, e número de revendedores ativos, que saltou 12,6%.

 

Para Paulo Quaglia, presidente da ABEVD, os números confirmam a solidez e a importância do setor para a economia do País. “Sem falar que o aumento constante no número de revendedores cadastrados revela que as vendas diretas cumprem um importante papel social em termos de geração de renda”, completa. Segundo a WFDSA (World Federation of Direct Selling Associations), o Brasil é o 3º no ranking mundial das vendas diretas, atrás apenas de Estados Unidos e Japão.