O canal para quem respira cliente.

Vendas Diretas têm recorde de crescimento

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

O setor de Vendas Diretas no Brasil registrou um crescimento de 27,5% durante o ano passado quando comparado ao ano de 2003. Segundo a ABEVD – Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas, o segmento movimentou R$ 10,4 bilhões em relação aos R$ 8,1 bilhões em 2003.
Segundo Rodolfo Guttilla, presidente da ABEVD, a performance é histórica, pois é a maior dos últimos seis anos uma vez que, descontada a inflação, o crescimento real do setor foi de 19%. Aliás, é maior que a de outros setores da economia, como o de higiene e beleza pessoal, perfumaria e cosméticos (21%) e o varejo tradicional (19,7%).
De acordo com Guttilla, além do recorde no volume de negócios, 2004 foi peculiar por outro motivo. “O ano passado foi especial também para o setor de Vendas Diretas porque cresceu a produtividade dos revendedores. Além disso, aumenta a percepção destes e dos consumidores de que os produtos comercializados possuem maior tecnologia e valor agregado”, completa.
Ranking mundial – O Brasil está em 7º lugar no ranking mundial de volume de Vendas Diretas. A informação é da WFDSA – World Federation of Direct Selling Associations (órgão a qual a ABEVD é afiliada), e está publicada no site da WFDSA. O país está atrás apenas da França, Reino Unido, México, Coréia, Japão e Estados Unidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima