Viagens de incentivo traz benefícios às empresas

0
11

Uma das principais ferramentas das empresas para motivar seus funcionários está completando 40 anos de bons resultados no País: o segmento de viagens de incentivo. Os participantes dos programas de incentivo gastam o dobro de quem viaja a negócios e de quatro a sete vezes mais do que aqueles que viajam a lazer.
Dados dos Estados Unidos mostram que um viajante de incentivo desembolsa, em média, de US$ 327 a US$ 579 por dia. “No Brasil, estudos apontam que o participante de eventos gasta a metade disso – US$ 220 por dia, enquanto o turista de lazer consome muito menos: US$ 80 dia”, avalia o diretor da Revista dos Eventos Sérgio Junqueira.
Para conhecerem melhor este mercado, a Revista dos Eventos e a Associação de Marketing Promocional (Ampro) estão realizando uma ampla pesquisa para radiografar o Mercado de Incentivo no Brasil.
Sérgio Junqueira Arantes, jornalista que atua há vários anos no mercado de eventos, coordena o estudo deste mercado, que traz benefícios a funcionários, às empresas, ao turismo e a outras 52 áreas da economia, direta ou indiretamente envolvidas com o setor.
Sérgio Arantes poderá indicar personagens que participaram de campanhas de incentivo, assim como empresas que utilizaram esse instrumento para obter ganhos em suas operações. “Segundo estatísticas do setor, quem recebe uma premiação como esta sente-se vitorioso e o clima da viagem permanece na mente do ganhador por cerca de oito a dez anos”, garante Sérgio.