Virtual Office investe no sistema de franquias

0
9


A crescente demanda pelos serviços de escritórios virtuais no Brasil impulsionou o Virtual Office a se tornar um franqueador master da marca. O processo de implementação de franquias começou há dois anos, quando a empresa decidiu investir em sistemas e equipamentos para escritórios virtuais voltados à realidade brasileira. As cidades do Rio de Janeiro e Campinas serão as primeiras a receberem a marca.

O investimento básico na franquia depende do tamanho da unidade. “O custo está entre R$ 150 e R$ 200 mil reais já com o valor da franquia. Nesse pacote também estão inclusos o projeto operacional, o treinamento e todo o acompanhamento da obra e instalação, além de suporte permanente aos produtos oferecidos”, detalha Mari Gradilone, diretora do Virtual Office. O faturamento médio estimado por unidade é de R$ 50 mil no primeiro ano e o prazo previsto para o retorno do investimento é entre 15 e 20 meses, dependendo do tamanho e do mercado.

Segundo Mari, a idéia da empresa foi criar uma franquia participativa. O franqueador master vai participar do dia-a-dia da franquia, inclusive de fases operacionais, pois isso permite ao franqueado uma integração maior na empresa como um todo e o usuário do escritório virtual ter o mesmo atendimento esteja ele onde estiver. O franqueado terá na proposta física da unidade um grau de liberdade em tudo que diz respeito à cultura e aos costumes locais. “Os espaços e equipamentos estão todos especificados, assim como todo o visual. Existem acordos pré-existentes repassados ao franqueado que fará com que ele economize muito no custo da instalação básica”, conta ela.