Como o Instagram classifica as postagens

IA da plataforma utiliza 4 indicações para classificar o conteúdo
O Instagram sempre manteve silêncio sobre a forma como seu algoritmo funciona, mas parece que — depois de anos de rumores sobre o feed ser tendencioso e sexista — a rede social finalmente contou como as postagens e histórias são priorizadas.
Em uma postagem de blog inesperada, o head do Instagram Adam Mosseri desvendou mistérios sobre seu algoritmo, como a forma como os feeds, as histórias do Instagram e a guia Explorar são classificados, e também por que os feeds cronológicos perdidos não funcionarão mais.
Em primeiro lugar, Mosseri esclareceu que a IA do Instagram não é tão unidimensional quanto os usuários podem pensar, e que é realmente composta de “uma variedade de algoritmos, classificadores e processos, cada um com sua própria finalidade”.
Isso significa que as histórias são impulsionadas de maneira diferente do conteúdo da página Explorar; por exemplo, “As pessoas tendem a procurar seus amigos mais próximos nas Histórias, mas querem descobrir algo inteiramente novo no Explorar”, explicou o Instagram. “[Então] classificamos as coisas de maneira diferente em diferentes partes do aplicativo, com base em como as pessoas as usam.”
Quanto ao motivo pelo qual algumas de suas postagens são mais populares do que outras, e por que certas histórias e postagens são mostradas em seu feed primeiro, o Instagram nomeou os quatro “sinais” que ajudam seu algoritmo a classificar o conteúdo. Em ordem de importância, eles são: “Informações sobre a postagem”, “Informações sobre a pessoa que postou”, “Sua atividade”, e “seu histórico de interação com alguém”.
Fonte: DesignTaxi