Aslog cria certificação em logística

0
3


A Associação Brasileira de Logística (Aslog) e a Unicamp oficializam, hoje (05/10) de outubro, em São Paulo, a criação da Certificação Profissional em Logística. A iniciativa, já existente em diversos outros países, tem por objetivo qualificar os profissionais que atuam no setor e prepará-los para as atuais exigências do mercado. A Aslog planeja realizar a primeira prova de certificação até dezembro e a expectativa é de formar mil profissionais até 2006.

Desenvolvido em parceria com o Laboratório de Aprendizagem em Logística e Transporte (Lalt) da Unicamp, a certificação (que segue os padrões da Associação Brasileira de Normas Técnicas/ABNT e Inmetro) é composta por uma série de provas, divididas nos seguintes módulos: fundamentos gerais (princípios e técnicas); gestão de pessoas; gerenciamento e economia de sistemas logísticos; legislação e tributação logística; logística internacional e projetos logísticos.

Para o desenvolvimento do certificado, a Lalt/Unicamp pesquisou modelos existentes em países em que a logística se encontra em patamares mais avançados. Por outro lado, não deixou de incluir questões fundamentais no Brasil, como a política tributária.

“A Certificação Profissional em Logística vai beneficiar não só as pessoas físicas como também as jurídicas”, destaca o presidente da Aslog, Altamiro Borges. “Se por um lado os executivos poderão comprovar a sua experiência e capacitação, por outro as empresas contarão com uma referência técnica para a contratação do profissional mais adequado às suas necessidades”, completa.

Anuário Logística no Brasil – Hoje, a Aslog, também, lançará o anuário “Logística no Brasil 2005/2006”. Preparado ao longo dos últimos cem dias por uma equipe de pesquisadores, técnicos e articulistas com ampla experiência na área, a publicação trará uma análise qualitativa e quantitativa dos 20 segmentos econômicos mais representativos do PIB brasileiro. Entrevistas e relatos de casos práticos vivenciados por empresários e executivos também vão mostrar os diversos pontos de vista das empresas em relação às dificuldades e oportunidades apresentadas pelo setor.

O anuário traz também 14 guias listando fornecedores e prestadores de serviços do setor (operadores logísticos, transportadores, consultores, fornecedores de equipamentos, sistemas de informação, estruturas de armazenagem, veículos, serviços de terceirização, seguros, embalagens e infra-estrutura) e a versão atualizada do Glossário Logístico, com mais de 300 termos técnicos.