Aproveite. Ainda dá tempo de inscrever seu case

O canal para quem suspira cliente.

São Paulo, Brasil - 22 de fevereiro de 2024, 08:35

Brasileiros já demonstram preferência pelos pagamentos via QR code 

Estudo mostra que consumidores também estão fazendo uso do celular em pagamentos por aproximação e realizando compras com Pix parcelado 

O pagamento por QR code está conquistando a preferência dos brasileiros que usam o smartphones para realizar pagamentos. Em apenas 12 meses, entre agosto de 2021 e o mesmo mês deste ano, subiu de 58% para 73% a proporção daqueles que já experimentaram pagar por esse sistema. A informação consta da pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box — Pagamentos Móveis e Comércio Móvel no Brasil, segundo a qual, nos últimos 30 dias, 51% dos brasileiros entrevistados fizeram algum pagamento através dessa modalidade.

Segundo analisa o relatório, o uso do QR code nos pagamentos está sendo impulsionado por uma série de fatores nos últimos anos, como o boom das fintechs e da abertura de contas de pagamento; a disponibilidade da tecnologia, pois basta um celular com câmera. E a incorporação do Pix em softwares de frente de caixa, faturas de serviços recorrentes (- uz e telefonia – e máquinas de POS.

Pagamentos por aproximação

Por sua vez, os pagamentos por aproximação, segundo aponta o estudo, foram utilizados nos últimos 30 dias por menos de um terço dos brasileiros com smartphone (32%). Uma das explicações para não ser tão popular quanto o QR code está no fato dele requerer a tecnologia NFC, que não está presente em todos os modelos de smartphone. Além disso, o smartphone concorre com os próprios cartões de plástico, que já estão vindo com NFC embutido. Mesmo assim, o uso da tecnologia teve um aumento nos últimos 12 meses, passando de 36% para 41% a proporção de brasileiros com smartphone que já usaram o aparelho para pagamento por aproximação.

Compras com Pix parcelado

Outra descoberta desta edição da pesquisa é que quase um terço dos brasileiros com smartphones (32%) já fizeram compras com Pix parcelado no aparelho, uma nova forma de pagamento oferecida por algumas fintechs e bancos digitais e que pode ser parcelada no cartão de crédito. Ela permite que o cliente faça um pagamento a um lojista por Pix, à vista, mas em vez de ser descontado do saldo na sua conta, a cobrança é feita posteriormente em parcelas em seu cartão de crédito pela instituição financeira que oferece o serviço.

Trata-se de uma forma de obter os benefícios oferecidos pelo lojista para o pagamento à vista, como um desconto no valor da mercadoria, mas pagar parcelado no cartão. Essa modalidade de pagamento é mais utilizada pelos jovens de 16 a 29 anos (39%), o que pode ser explicado pela sua renda mensal menor.

Números sobre o comércio móvel

O mercado brasileiro de comércio móvel amadureceu bastante nos últimos anos e hoje é difícil encontrar uma pessoa com smartphone que nunca tenha feito uma compra pelo aparelho. A pesquisa apurou que 93% já realizaram compras pelo mobile. Trata-se de um hábito frequente: 80% dos brasileiros com smartphone fizeram ao menos uma compra pelo dispositivo nos últimos 30 dias. Aliás, 8% dos entrevistados afirmam que usam o celular para compras todo dia ou quase todo dia e 82% declaram que fazem mais compras hoje pelo smartphone do que faziam seis meses antes.

O aplicativo Shopee é o mais utilizado nas compras pelo celular e mantém a liderança no segmento, apontado por 23% dos consumidores móveis brasileiros. O Mercado Livre e iFood aparecem em seguida. A maior novidade na lista foi o crescimento da Amazon e a queda da Americanas, que trocaram de lugar, agora como quarta e quinta colocadas, respectivamente. O sucesso do Amazon

Prime Day, quando a companhia disponibilizou uma série de ofertas especiais, nos dias 12 e 13 de julho, pode ser uma das explicações para o seu crescimento.

Entre as categorias de produtos mais comprados pelos brasileiros através do smartphone, a de roupas alcançou pela primeira vez a liderança: 52% dos consumidores brasileiros fizeram compras de roupas via app nos últimos 30 dias. Refeições, que antes detinham a primeira posição, agora ficaram em segundo lugar, citadas por 50% dos entrevistados.

A pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box — Pagamentos Móveis e Comércio Móvel no Brasil também traz outras descobertas: 44% dos consumidores realizam compras pelo celular algumas vezes ao mês. 16% quase toda semana; 7% quase todo dia; e 1% realiza compras todos os dias; 60% dos brasileiros com smartphone já encomendaram produtos e serviços pelo WhatsApp; pelo Instagram são 46% e pelo Messenger (27%); 57% dos entrevistados estão muito satisfeitos com a sua experiência no comércio móvel; apenas 1% afirma que está insatisfeito; e 46% dos brasileiros com smartphone já compraram ingressos de eventos via app

A pesquisa entrevistou entre os dias 18 e 24 de agosto 2.085 brasileiros que possuem smartphone. Com validade estatística nacional, a pesquisa respeita as proporções por gênero, faixa etária, classe social e distribuição geográfica do universo de internautas brasileiros. A margem de erro é de 2,1 pontos percentuais e o grau de confiança é de 95%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima