Clique e visite a landing do Congresso ClienteSA 2022

O canal para quem respira cliente.

Metade dos millennials jamais fez compra em brechós

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Pesquisa encomendada pela marca Vanish, da Reckitt Hygiene Comercial, constatou que 50% dos brasileiros que fazem parte da geração millennial, os nascidos entre 1980 e 1995, nunca fizeram uma compra em brechó. O levantamento foi feito pelo Instituto Akatu, organização sem fins lucrativos focada na mobilização da sociedade para o consumo consciente. “E faz parte do plano de propósito da marca, que se baseia em ‘Ajudar as roupas a viverem muitas vidas’, contribuindo para uma mudança de comportamento da sociedade para o consumo e cuidado mais consciente das roupas, conectado ao Objetivo de Desenvolvimento Sustentável, o ODS 12 da Organização das Nações Unidas, de consumo mais consciente e sustentável”, explicou Daniella Rodrigues, head de marketing de Vanish.

A sondagem apontou que 52% dos millennials compram somente o que precisam, enquanto 27% concordam parcialmente com esta afirmação. Por outro lado, como os seres humanos são múltiplos, 68% se classificam como consumistas relatando frases como “quando gosto, compro mais de uma peça”. Na concepção de Daniela, “o cuidado com as roupas é fundamental para que cada peça tenha um ciclo de vida longo e possa, futuramente, ser trocada, reformada, doada ou até vendida em brechós. É por isso que o propósito de Vanish reflete o novo posicionamento da marca, na qual nossos produtos se tornam potencializadores de lavagens e ajudam os consumidores a terem consciência de que manter as peças como novas é uma maneira de usá-las por muito mais tempo” .

Importância dos brechós
Dados desta pesquisa ainda mostram que a relação dos millennials com as peças e sua visão sobre os brechós traz à tona uma discussão atual e necessária para a sociedade. Isso porque, de acordo com o estudo, um dos principais fatores que fazem com que este público tenha receio de comprar em brechós é a preocupação quanto à higiene das roupas ou a qualidade e manutenção dos itens vendidos. No entanto, o levantamento também apontou que há um entendimento entre os millennials de que roupas bem cuidadas duram mais e permanecem com melhor aparência por mais tempo. A pesquisa, que foi quantitativa e qualitativa, contou com 1.700 entrevistas realizadas em 2021, em painel on-line, com entrevistados homens e mulheres entre 20 e 40 anos, pertencentes às classes ABC, com acesso regular à internet em todo Brasil.

De acordo com estudos do Sustexmoda, parceiro de Vanish, a Fundação Ellen MacArthur destaca que, se o número de vezes em que as roupas fossem usadas dobrasse, a indústria têxtil deixaria de emitir 44% dos gases que causam o efeito estufa. A professora associada Francisca Dantas Mendes, coordenadora do NAP SUSTEXMODA, ressalta: “Nossa parceria com Vanish tem o intuito de apontar possíveis soluções que possam contribuir com a redução do impacto que o setor gera e impulsionar um comportamento mais consciente e sustentável”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima