Saint Paul quer disrupturar educação

0
2
A Saint Paul lançou o LIT, plataforma que permite ao aluno aprender de forma fluida conteúdos da Escola de Negócios, com assuntos e formatos que mais têm aderência ao perfil do usuário. A plataforma, que pode ser acessada via aplicativo para celular, tablet ou desktop, apresenta o Paul, tutor que utiliza a tecnologia de inteligência artificial IBM Watson para ensinar conteúdo de negócios aos alunos e para personalizar o processo de aprendizagem no LIT.
São centenas de possibilidades de nano-certificados das áreas de empreendedorismo, estratégia, finanças, gestão de negócios, liderança, marketing, cujas combinações podem ser aproveitadas para programas de MBAs e outras certificações. O aluno terá à disposição o conteúdo completo de 10 MBAs, 20 mil horas de conteúdo para aprendizado, mais de 1.500 exercícios e estudos de caso com resoluções passo a passo, além de uma biblioteca digital com mais de 7 mil livros disponíveis. Considerando todos os materiais disponíveis, além de interações com Paul, professores, tutores e outros usuários, o aluno se que dedicar diariamente 8 horas aos estudos, ainda assim só terá acessado cerca de 15% dos conteúdos no período de 1 ano.
A expectativa é que a plataforma atinja em torno de 50 mil usuários no primeiro ano. “A Educação Disruptiva precisa refletir a evolução tecnológica, econômica e social. Se não o fizer, corre o risco de diminuir o impacto transformador da educação e de acentuar a desigualdade socioeconômica. O LIT nasce para responder a essas questões e a uma inquietude do modelo de negócio das instituições de ensino hoje, baseado em padronização e altos custos para os alunos. Por isso criamos uma plataforma que valoriza o protagonismo do estudante e utiliza o IBM Watson como propulsor tecnológico e de inovação desse projeto, a um valor absolutamente acessível”, conta José Cláudio Securato, presidente da Saint Paul. O LIT estará disponível para assinantes a partir de março de 2018.