Queda na inadimplência

0
3

A variação mensal de novos registros de inadimplentes marcou queda de 1,0% em março de 2013, descontados os efeitos sazonais, segundo dados da Boa Vista Serviços, administradora do Serviço Central de Proteção ao Crédito, SCPC.  A variação em relação ao mesmo período no ano passado apresentou recuo de 10,4%. Na comparação dos últimos 12 meses com os 12 anteriores, o indicador apontou queda de 0,2%, fato que não ocorria desde outubro de 2010. O valor médio das dívidas incluídas em março foi de R$ 1.340, 6,62% maior que em fevereiro após ajustes de sazonalidade e inflação.
O resultado de março manteve a tendência de queda observada desde o início de 2013, o reflexo da continuidade dos impactos positivos das melhores condições do mercado de crédito, influenciadas pela queda da taxa de juros e spreads bancários, e do aumento da população com vínculo empregatício ao longo de 2012, além da maior seletividade dos bancos privados na oferta do crédito. A Boa Vista Serviços avalia que estes fatores continuarão contribuindo para a desaceleração do crescimento do número de inadimplentes ao longo de 2013, fechando o ano com um aumento inferior a 1,0%.
Recuperação de crédito
A partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes, o indicador de recuperação de crédito contraiu 4,3% em março de 2013 em relação a fevereiro, descontados efeitos sazonais. Em relação a março de 2012, houve elevação de 3,4%. No trimestre, o indicador acumula crescimento de 5,0% em relação ao mesmo período do ano anterior. A expectativa da Boa Vista Serviços é que fatores como as melhores condições do mercado de crédito e aumento da população empregada continuem contribuindo positivamente para a recuperação de crédito em 2013.