ABT rebate programa apresentado pelo Fantástico

0
0

A Associação Brasileira de Telemarketing (ABT) acaba de divulgar comunicado aos seus associados que enviou uma carta ao programa Fantástico na qual repudia a matéria exibida no dia 1º de junho, sobre a atividade de Telemarketing e incluía uma entrevista do Sr. Pedro Renato Eckersdorff, presidente da ABT. Ela foi endereçada ao editor chefe do Fantástico, Álvaro Pereira Júnior.
Segundo o presidente da entidade, a reportagem que mostrava uma operação de telemarketing “mal estruturado e divertida”, causou negativa repercussão entre os profissionais do setor. O trecho inicial diz “julgamo-nos no dever de apresentar considerações referentes à matéria, pois para a quase totalidade dos profissionais que atuam no segmento, a reportagem não demonstrou com fidelidade a realidade do telemarketing ativo e o grande profissionalismo com que centenas de empresas atuam.”
Pedro Renato descata ainda na carta que a atividade no Brasil emprega cerca de 500 mil profissionais, sendo 320 atuando em empresas com telemarketing próprio, e 180 mil em agências de telematrketing, e que a reportagem se limitou a mostrar uma única operação de vendas, omitindo inúmeros outros campos do telemarketing ativo, como o de pesquisa, o de construção de banco de dados, o de cobrança, e no telemarketing receptivo, como SAC e o Help Desk.
O presidente da Associação lembra ao jornalista que a ABT conta com um Código de Ética sobre as atividades do setor, o qual é recomendado aos profissionais da área, e conclui dizendo que “a produção do programa talvez tenha considerado a matéria divertida mas, para 500 mil pessoas diretamente ligadas a atividade e que vivem do e para o telemarketing, foi um grande desrespeito, que não coaduna com a tradição de seriedade dessa emissora e desse programa.”