ACS cresce 22% e retira Call Center de sua marca

0
6

A ACS, empresa do grupo brasileiro Algar, fechou o balanço de 2001 com faturamento bruto de R$ 47,7 milhões, originando crescimento de 22% em relação ao ano anterior. A empresa também retira a palavra “Call Center” que acompanhava sua marca. A justificativa é que devido à ampliação de suas atividades, o conceito de empresa de telemarketing ficou limitado, já que vem atuando em outros meios de interação com o cliente, seja através do telefone, fax, e-mail ou via internet, em tempo real, com ou sem web cam ou através do chat.

Além da tecnologia de internet call center, a ACS disponibiliza centrais com reconhecimento de fala, treinamento de equipes, locação de infra-estrutura, entre outras tecnologias. Novos investimentos já estão previstos para 2002, incrementando os planos de expansão da empresa. Só o novo prédio da ACS, que já está em construção, deverá consumir R$ 46 milhões e vai comportar mais 1,5 mil novas posições de atendimento. “A tendência para este ano é ampliar ainda mais nossos recursos de contact center, já que as empresas passaram a utilizar mais as ferramentas de CRM e tecnologia de internet”, afirma o diretor superintendente, Divino Sebastião de Souza.