Anatel debate política de telecomunicações

0
3


O presidente substituto da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), Plínio de Aguiar Júnior, participou ontem (09/02) da abertura do seminário “Política de Telecomunicações – Definindo Caminhos para 2006 e 2007”. Realizado no auditório da Fundação de Empreendimentos Científicos e Tecnológicos (Finatec), no campus da Universidade de Brasília (UnB), o evento busca discutir as perspectivas políticas deste e do próximo ano pelas vertentes da convergência tecnológica, da universalização e da competição.

O painel de abertura, “Uma Agenda para 2006”, moderado pelo jornalista Carlos Eduardo Zanatta, contou com a palestra do presidente Plínio de Aguiar e teve também a participação do presidente da Brasil Telecom, Ricardo Knoepfelmacher, do professor da Faculdade de Direito da UnB, Márcio Iório Aranha, e da advogada Elinor Cotait. Aguiar falou sobre as principais iniciativas regulatórias da Agência ações para este ano, destacando o incentivo à competição, à universalização e à qualidade dos serviços prestados. “Nesse contexto regulatório, espero debates, salutares e contributivos, tal como ocorreu com a elaboração de todos os documentos relacionados com os contratos de concessão assinados em dezembro passado”, disse.

Os temas dos outros painéis do evento são “Regulação para a Convergência”, e “Os Cenários Políticos para 2007”. O seminário é uma promoção da revista Teletime e do Grupo Interdisciplinar de Políticas, Direito, Economia e Tecnologia das Comunicações da UnB (Gcom).