Anatel terá que inibir uso de celulares nos presídios

0
1


A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) foi intimada pelo juiz de Direito Corregedor do Departamento de Inquéritos Policiais e Polícia Judiciária (Dipo) do Estado de São Paulo, Alex Tadeu Monteiro Zilenovski, a elaborar e implantar um plano técnico com as operadoras do Serviço Móvel Pessoal (SMP) com vistas a tomar as providências necessárias para inibir o uso de celulares nas Unidades Prisionais de Avaré, Presidente Wenceslau, Iaras, Araraquara, São Vicente e Franco da Rocha.

Em sua decisão, o juiz determina que o plano esteja concluído em 48 horas, devendo ser implementado por 20 dias, inicialmente, ou até que a questão seja definitivamente resolvida por outra medida jurisdicional ou legal. Caso a Polícia entenda necessário, poderá requerer a prorrogação da vigência da medida. Zilenovski também determinou ao presidente da Anatel, Plínio de Aguiar Júnior, que a medida resulte no menor impacto possível à população. A decisão judicial foi encaminhada também às prestadoras Vivo, Claro, Tim e Nextel, que atuam no Estado de S. Paulo.