Aprenda com o consumidor

0
1

Hoje, as leis do mercado exigem respostas rápidas e objetivas para tudo o que se relaciona com qualidade de serviços. Prestar um bom atendimento é obrigatório. Agora que o consumidor se tornou conhecedor dos seus direitos e se acostumou a receber um atendimento de alta qualidade, é um risco fugir a regra.
O cliente, ou melhor o consumidor brasileiro, tem motivos de sobra para comemorar o 11 de setembro. Ou seja, um outro 11 de setembro, o de 1990 quando foi sancionada a Lei nº 8.078, dos Direitos do Consumidor. Lei essa que o torna conhecedor de seus direitos e sobretudo mais exigente.
Por isso, não bajule, atenda bem para atendê-lo sempre. O atendimento é o retrato de uma empresa. Sendo assim, vale a pena investir no seu pessoal. É exatamente o que os clientes esperam – retorno e serviços imediatos, bem como respostas precisas que atendam às suas necessidades. Nada além de profissionais que na outra ponta da linha estejam preparados para resolver os seus problemas.
No entanto, o grande desafio para as empresas hoje é encontrar pessoal qualificado para atender as expectativas do cliente. Por isso, quando há um bom profissional disponível no mercado, a disputa para tê-lo é acirrada. Uma empresa que atenda bem aos seus clientes, que seja transparente e possua know-how em Recursos Humanos e técnologia, essa tem muito mais chances de conquistar e manter os seus clientes. Os clientes ainda não estão satisfeitos, é preciso mais.

Débora Martins é gerente de logística e treinamento da Atender Bem Consultoria e Treinamento. ([email protected])