Call Center será obrigatório para distribuidoras de energia elétrica

0
1

De acordo com reportagem do Jornal Estado de São Paulo, publicada no dia 3 de abril de 2004, as 38 maiores distribuidoras de energia elétrica do País terão de manter centros de atendimento telefônico a clientes (call centers) funcionando 24 horas por dia, segundo determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) a ser publicada na próxima semana. Como acontece no setor de telefonia, a central terá de seguir padrões mínimos de qualidade, como atender o cliente até o segundo toque do telefone. O atendimento será gratuito e as ligações devem ficar gravadas para eventual fiscalização.

As 26 distribuidoras menores, que atendem até 120 mil consumidores, não precisarão sustentar centrais próprias de teleatendimento, mas serão obrigadas a manter serviço de atendimento telefônico gratuito.

A fiscalização do serviço será feita a partir de janeiro de 2005, e levará em conta facilidade de acesso ao serviço, agilidade do atendimento e satisfação do cliente. O descumprimento das regras pode levar à aplicação de advertência ou multa. Esse serviço será complementar aos dos postos de atendimento pessoal.