Compartilhando responsabilidades

0
14



Gerar apoio estratégico para o negócio. Esse é o papel da terceirização dos serviços, na avaliação de Regis Noronha, diretor executivo de estratégia e marketing da Atrento. No Brasil desde 1999, a companhia possui cerca de 85 mil funcionários, dos quais, 73 mil são teleoperadores, que trabalham em 35 mil posições de atendimento. Para o executivo, os benefícios do BPO (terceirização de processos de negócios) podem ser divididos em três pilares: especialização, flexibilidade e relação custo x benefício.

 

“A terceirização de processos de negócios é uma atividade que implica na escolha cuidadosa de um parceiro estratégico capaz de entender as necessidades de seu cliente, implantar um projeto diferenciado (que cumpra com as metas definidas), fornecer ferramentas capazes de monitorar as atividades desenvolvidas, além de oferecer a melhor relação custo x benefício”, detalha. “Terceirizar não é simplesmente delegar uma atividade e sim compartilhar responsabilidades”, complementa.

 

Nesse sentido, a especialização surge como item fundamental para crescimento das empresas de diferentes segmentos. “Entendo que isto seja positivo: mais serviços, mais especialização, que se traduzem em maior competitividade empresarial e melhores oportunidades de emprego e carreira aos trabalhadores”, conclui Noronha, que vê as práticas caminhando para a regulamentação.