Contractors dobra faturamento

0
2


A Contractors Contact Center precisou apenas do primeiro semestre de 2006 para igualar o faturamento obtido em 2005, da ordem de R$ 25 milhões. Com a ampliação da sede, na capital paulista, e um novo site, em Mogi das Cruzes, a Contractors prevê um faturamento de R$ 60 milhões até o fim do ano.

O novo impulso veio com o início da primeira operação externa, no começo deste mês, em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo. O novo site deve gerar 2.400 empregos diretos até o final de 2006 e 3.500 quando estiver em pleno funcionamento. O investimento, agora de R$ 4 milhões, pode chegar à casa dos R$ 10 milhões. Inicialmente, serão 500 postos de atendimento (PAs), com tecnologia Avaya. O número deve dobrar já em setembro, com a perspectiva de implantação de um projeto de trabalho 24 horas.

A escolha de Mogi das Cruzes foi resultado do mapeamento cuidadoso de 26 cidades paulistas. Pesaram a favor fatores como distância da capital, população, número de universitários, mão-de-obra qualificada, infra-estrutura de transporte e tecnologia, isenção fiscal e o perfil do município, voltado à área de serviços. “A instalação em Mogi teve de ser antecipada por uma exigência do mercado e é um passo decisivo, que nos coloca em um outro patamar no mercado”, afirma o diretor-presidente Valdik Guerra.

Também em sua sede, na capital paulista, a Contractors vive um momento de expansão. Às 1.800 posições do primeiro semestre, foram acrescidas 260, ampliando substancialmente a capacidade de atendimento. Quando estiverem concluídas as mudanças e implantações, em São Paulo e em Mogi, serão mais de três mil posições e quase sete mil funcionários.