Direct Talk apresenta novo canal de vendas

0
1


A Direct Talk, desenvolvedora de soluções para a gestão de relacionamento com clientes, apresenta como novo segmento de negócios um canal de vendas exclusivo para atender empresas de contact center. O objetivo é oferecer soluções customizadas, aliando preço, produtos, flexibilidade e prazos, com alternativas diferenciadas de negócios. A atuação terá a oferta de duas frentes específicas: Web Call Center, com ferramentas de atendimento via internet (e-mail e chat), e Call Center, com atendimento telefônico, ambas suportadas pelo Work Flow.

Segundo Rodrigo Zimerman, gerente de canais e líder da iniciativa, os 30 maiores callcenters do mercado nacional possuem pouco mais de 20 fornecedores de DAC, CTI, URA e CRM, no front end este número é desconhecido. “Observamos que as iniciativas de desenvolvimento interno, assim como a aquisições de soluções de mercado e soluções dos próprios clientes nem sempre estão alinhados, o que denota um mercado não fidelizado”, avalia o gerente. Para Zimerman, os resultados positivos refletem o investimento de tempo na pré-venda e no entendimento das necessidades específicas de cada cliente.

“Os contact centers são vistos pela DT como parceiros de negócios, já que prospectam clientes e indicam as nossas soluções a eles. Assim, queremos fidelizá-los com proposta comercial atraente de preços diferenciados, tendo como base o volume de compras de licenças”, diz Zimerman. O atendimento visa abranger as operações ativas, receptivas, cobranças, etc., independentemente da dimensão.

A idéia de criar o novo canal surgiu a partir de estudos realizados com empresas de contact center que apresentavam insatisfações com os parceiros tecnológicos, que iam desde inflexibilidade das ferramentas até o alto custo de customização. “Estamos capacitados para atender empresas de variados portes, com pacote de ferramentas flexíveis, desenvolvidas de acordo com o que o cliente precisa”, diz. As empresas podem optar pela compra da solução ou pelo on demand (ASP), opção adotada pela maioria, em que se paga mensalmente pelo uso da tecnologia.