Elas querem mais…

0
0
Mais de 89 % das mulheres que trabalham acreditam que a construção da “carrer capital”, termo em inglês para aquelas habilidades diferenciadas que definem e ajudam o profissional a progredir na carreira, é a chave para o sucesso no trabalho, segundo pesquisa da Accenture. Realizada com profissionais de 32 países, entre eles o Brasil, também descobriu que 84% das mulheres e homens entrevistados disseram que estão trabalhando para aumentar o “carrer capital” para ter mais oportunidades de crescimento (57%), capacidade de influenciar as decisões no trabalho (56%), aumentar a credibilidade entre os colegas e pares (53%), e alcançar os objetivos (51%). Dois em cada três (67%) acreditam que o conhecimento ou competência em uma determinada área é o que mais contribui para o “Carrer Capital”.
Previsões sobre as mulheres no mercado de trabalho:
– Mulheres nos conselhos: Quase três quartos dos entrevistados (71%) acha que o número de mulheres nos conselhos das empresas vai aumentar até 2020.
– Mulheres no topo: Sete em cada 10 (70%) dizem que o número de mulheres CEOs vai aumentar até 2020, 15% acreditam que o aumento será significativo.
– As mulheres na alta administração: Quase metade (44%) diz que suas empresas estão preparando mais mulheres para funções de gerenciamento sênior do que fizeram no ano passado.
“Esse otimismo notável sobre a progressão das mulheres no ambiente de trabalho é importante para os empregadores e trabalhadores”, disse Nellie Borrero, Diretora global de Inclusão e Diversidade da Accenture. “Atrair, reter e promover mulheres depende de um ambiente e cultura que desenvolve líderes, capacite as mulheres e que promove o crescimento”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorLacoste Brasil tem novo COO
Próximo artigoComércio cresce em fevereiro