Em ritmo de crescimento

0
4



O Sintelmark (Sindicato Paulista das Empresas de Telemarketing, Marketing Direto e Conexos) projeta crescimento de 9% para este ano no faturamento das empresas de callcenter, quando atingirá R$ 5,9 bilhões. Para se ter uma ideia desse desempenho, esta cifra representa mais da metade do faturamento nacional das empresas terceirizadas de call center, cuja previsão para 2010 é atingir R$ 10 bilhões.

 

O sindicato também estima a abertura de mais 90 mil vagas no segmento para o estado de São Paulo até o final de 2010, encerrando o ano com 400 mil profissionais na área. O mercado nacional de call center conta atualmente com 514 mil funcionários e 228 mil posições de atendimento, sendo que, desse número, 310 mil funcionários estão no estado de São Paulo, ocupando 137 mil PAs.