Estratégias indo pelo buraco

0
14
As organizações enfrentam um abismo entre o que deveriam estar fazendo e o que são capazes de realizar. É o que indica estudo Pulse of Profession 2014, produzido pelo Project Management Institute, PMI. Como resultado, 44% das iniciativas estratégicas são mal sucedidas. Esse fraco desempenho resulta em organizações perdendo US$ 109 milhões para cada US$ 1 bilhão investidos em projetos e programas. Na América Latina esse número chega a US$ 116 milhões perdidos para cada US$ 1 bilhão investido, onde apenas 47% das empresas entendem plenamente o valor da estratégia organizacional para os negócios.
O mais recente relatório demonstra que as organizações precisam responder rapidamente às mudanças nas dinâmicas de mercado e eliminar ineficiências em seus projetos para continuarem competitivas. Na América Latina, 20% dos projetos apresentados são considerados fracassos e apenas 15% reportam altos níveis de agilidade organizacional. A pesquisa mostra ainda que 69% das organizações de alto desempenho que implementam métricas de sucesso comprovadas diminuem os riscos, melhoram seus resultados, cumprem metas, atingem seus objetivos originais e perdem 12 vezes menos dinheiro do que empresas de baixo desempenho.
“Além do alinhamento dos projetos à estratégia organizacional e agilidade, as organizações bem sucedidas mantém o foco estratégico em três itens indispensáveis para qualquer organização: pessoas, processos e resultados”, explica Mark Langley, presidente e CEO do Project Management Institute.